Cores de madeira: 3 tonalidades, exemplos e como usar

Escolher as cores de madeira para a casa faz parte do processo de decoração. Afinal, as madeiras tem o poder de transformar o ambiente, tornar agradável e harmonizar a casa com as demais cores da mobília. Conheça 3 tonalidades básicas (escuras, médias e claras), exemplos de cada uma delas e como usar em casa. Boa leitura!

1. Madeira Escura

As madeiras com tons escuros são usadas em decoração de casas coloniais, industriais, urbanas e com decoração Noir, sendo ótimas opções para os pisos de casas, móveis e artefatos de decoração, bem como na construção de grades de escadas em caracol.
Zumba Classes & Personal Training Classes | Fitness with Vera test cyp vs enanthate cut the shot of a young woman standing on urban road while out for a run in the city. female fitness standing with hands stock photo – alamy
As madeiras escuras proporcionam imponência e uma aura de mistério aos ambientes, é isso que você busca? Conheças as principais opções para sua casa:

Mogno

O mogno é uma madeira com cor castanho avermelhado, característico de árvores tropicais que apresentam alta densidade ( superior a 0,63 g/cm³) e, por conta disso, possuem alta dureza e tem grão fino.

As madeiras castanho-avermelhado têm a cor da canela e algumas espécies possuem uma nuance rosada. A madeira castanho avermelhado mais conhecida é o mogno.

O mogno é utilizado em mobílias de luxo, acabamentos internos, objetos de adornos, painéis e instrumentos musicais com timbre e ressonância sono médio-grave, por exemplo, guitarra e violão. É uma madeiras mais usadas no estilo colonial.


 

– Compre a cadeira Eames preta da foto na Lemare Móveis.

Jacarandá

A madeira de Jacarandá tem utilidade em artigos pequenos como caixas, vassouras e palitos de fósforo, por exemplo. Poucos sabem, mas é uma madeira usada para fins decorativos e móveis (closets, armários da cozinha, estantes de livros, etc). Além disso, ela é usada para fabricar ornamentos e agregar em paisagismo de parques e avenidas.

2. Madeira em tons médios

As madeiras com tons médios são utilizadas na decoração de casas vintage ou de estilos country e rústicos. É uma opção maravilhosa para trazer a aura da natureza tropical para dentro de casa. Entre os tons médios, há dois que merecem destaque, confira:

Imbuia

A Imbuia é a madeira que representa a tonalidade intermediária, entre o claro e o escuro, em que varia da cor pardo-amarelado ao pardo-acastanhado escuro. E não é apenas isso, essa madeira apresenta resistência para fabricação de móveis e resistência ao tempo, por isso é utilizada em mobiliário de luxo.

– Compre a mesa Saarien oval da foto na Lemare Móveis

Amêndola

A cor amêndoa faz parte das madeiras amêndolas, que são encontradas com veios cinzas, marrom café ou levemente amarelos. Essas são ótimas opções para montar closet e combinar com cores frias, sóbrias e foscas, afinal de contas, ela tira apatia e proporciona elegância.

Peroba

A peroba é uma madeira utilizada em portas, vigas, batentes, escadas , tacos, mesas e cadeiras, sendo resistente e muito comum na carpintaria de móveis pesados.

A título de curiosidade, uma peroba vive em torno de 700 anos, e essa durabilidade também é evidenciada nos móveis que duram anos e anos.

As perobas não variam a densidade, por mais que ganhem ou percam umidade no ambiente. Por isso, é a melhor escolha para colocar em banheiros, seja em balcões, divisórias ou como decoração estilo tropical. Opte pela peroba-rosa para usar em áreas externas e banheiros.

3. Madeiras claras

As madeiras em cores claras são ótimas alternativa para quartos infantis, já que combinam com todas as demais cores e proporcionam leveza ao ambiente.

Elas dialogam com tons de cinza claro, rosê, azul serenity e branco. Com isso em mente, conheça os principais exemplos de madeiras claras:

Carvalho Americano

O carvalho americano é uma madeira clara encontrada nos seguintes tons de marrom: camelo, camurça e aveia e, alguns casos, noz-pecã.

É utilizada em casas minimalistas, românticas ou com conceito aberto, afinal de contas, ela harmoniza com as divisões em vidros e aberturas ao ar livre. Além disso, essa madeira é tendência no estilo escandinavo.

Cedro

A cor bege-rosado-escuro é a cor do cedro, por mais que tenha o escuro no nome, ela é considerada uma madeira de cor clara. É utilizada na confecção de móveis, instrumentos musicais, construção naval e civil.

A propósito, a madeira cedro-amazonense apresenta durabilidade moderada e resistência aos cupins e fungos, sendo ideal para colocar em área gourmet e cozinhas externas.

No geral, o cedro é uma madeira com textura grossa, com superfície lustrosa e ondulada, com cheiro agradável, reflexos dourados e, ao mesmo tempo, é leve. É ótima opção para quem gosta de ambientes suaves.

Freijó

A madeira Freijó possui a cor médio castanho amarelado, sendo usada na confecção de móveis finos, devido alta durabilidade, fácil manuseio e beleza estética da madeira. Por isso, é requisitada para compor móveis de qualidade.

Vale dizer, a madeira freijó também é usada em móveis de casas industriais para quebrar o a cor do cimento queimado e as diversas tonalidades de cinza.

Em construção, use a madeira Freijó em ripas, janelas, portas e mesas. Já na decoração, use essa madeira em painéis, biombos vazados, estantes, forros, molduras, escadas e mobília no geral.

Gostou de conhecer as cores de madeiras? Esperamos que essas opções tenham inspirado e ajudado a escolher a melhor cor para sua casa. Continue acompanhando o blog da Lemare e fique sempre bem informada sobre o universo da decoração.

Aproveite para ler também:

Cores para pintar a casa

Decoração clean: conheça o estilo e se inspire

Nos vemos no próximo post!

5/5 - (Total de avaliações: 1)
Post Anterior

Diferença entre aço e alumínio: vantagens e desvantagens

Vantagens e desvantagens do tijolo de vidro | LemareMóveis

Próximo Post

Deixe um comentário